Skip to content

Marilson Semedo says institutions have focused on inclusion policies through sport - INFORPRESS

Cidade da Praia, 08 Jun (Inforpress) – O atleta paralímpico internacional cabo-verdiano Marilson Semedo disse hoje que as instituições e organizações nacionais têm se engajado e criado políticas de inclusão através do desporto.

A afirmação foi feita em declarações à imprensa, antes da sua comunicação na conferência sobre o tema “A diversidade de inclusão no desporto”, organizada no âmbito da comemoração do 19º aniversário da Associação dos Comités Olímpicos de Língua Oficial Portuguesa (ACOLOP).

“Ultimamente, temos visto muito engajamento e esforço das instituições e entidades para que haja inclusão através do desporto, de modo que todos se sintam integrados”, notou Marilson Semedo, considerando o desporto e a prática de actividade física como uma “ferramenta” de inclusão.

De acordo com o atleta, a implementação de políticas e realizações de actividades inclusivas vão fazer com que todos se sintam integrados, incluídos e parte de uma sociedade.

Por isso, enalteceu o trabalho que tem sido desenvolvido pela ACOLOP, bem como das plataformas olímpicas e paralimpicas, de forma a promover a igualdade entre os atletas e as modalidades.

O evento, que foi moderado pelo ex-basquetebolista e jornalista Victor Hugo Fortes, contou ainda com a participação de Jailma Oliveira, secretário-geral do Comité Paralímpico de Cabo Vede (COPAC), a pugilista Nancy Moreira, a ex-atleta olímpica Elayne Boal e Cristina Almeida, directora de estudos e projectos do Comité Olímpico de Portugal.

A ACOLOP é uma organização sem fins lucrativos dedicada à promoção do movimento olímpico no espaço lusófono, com o objetivo de contribuir para a promoção da paz e do desenvolvimento através do desporto e da difusão dos valores e ideais olímpicos.

Oficialmente fundada a 8 de Junho de 2004, em Lisboa, é constituída por 12 países da comunidade de língua oficial portuguesa.

Fonte: Marilson Semedo says institutions have focused on inclusion policies through sport - INFORPRESS

en_GB